Steven Moffat vai deixar Doctor Who em 2016; Criador de Broadchurch vai assumir a série

ddddd

A BBC anunciou nesta sexta-feira (22/01)  que Steven Moffat vai deixar a posição de produtor executivo e showrunner de Doctor Who no ano que vem, sendo substituído por Chris Chibnall (Broadchurch, Torchwood). 

Não muito diferente da última vez que a série trocou de showrunners, em 2010, este ano não teremos temporada, como alguns rumores diziam no ano passado. Somente o especial de natal será exibido em 2016 seguido pela décima temporada no começo para o meio de 2017, dando fim a era de Moffat em Doctor Who, deixando Chibnall para assumir a partir da décima-primeira temporada em 2018. 

Segundo fontes do Radio Times dentro  da BBC, ainda não está claro se a (o) nova (o) companheira (o) de 12º Doutor (Peter Capaldi) aparecerá no especial de natal, ou somente no temporada de 2017.

Charlotte Moore, Controller da BBC1 comentou sobre a decisão de mover a décima-primeira temporada para o ano que vem: “Eu decidi programar o grande encerramento de Steven na primavera de 2017 para unir a nação para o que será um grande evento no canal. 2016 está deteriorado com momentos nacionais incluindo os Euros e as Olimpíadas e eu quero segurar algo grande para 2017 – eu prometo que vai valer a espera!” Ainda de acordo com as fontes do Radio Times, a BBC ainda está decidindo se mudará Doctor Who de volta para temporada de abril-julho, como era em 2005.

Mesmo com as diversas polêmicas que algumas das suas decisões criativas geraram nos últimos seis anos, a saída de Moffat será ao mesmo tempo um ar fresco que a série precisa, e a perda de um dos maiores colaboradores da mitologia de Doctor Who pela última década. Agora que comecem os boatos de se a próxima temporada será a última de Capaldi, novos Doutores, novos companions, e mais importante, se finalmente veremos o charmoso Capitão Jack (John Barrowman) mais uma vez. E rever a Romana interpretada pela Juliet Landau não machucaria.