The Bastard Executioner: Série do criador de Sons of Anarchy é cancelada na primeira temporada

Originalmente escrito por: John Lacerda

919334_ori

Por mais de uma década Kurt Sutter se mostrou um criador de minas de ouro, o roteirista começou a se destacar na série The Shield, que após sete temporadas de sucesso lhe deu a chance de criar uma das séries de maior sucesso do canal FX, Sons of Anarchy. O drama focado em uma gangue de motociclistas do norte da Califórnia chegou ao fim no final do ano passado, e antes mesmo exibição do último episódio Sutter já estava engajado trabalhando em outro projeto, The Bastard Executioner, algo que em entrevista ao Hollywood Reporter, Sutter disse ter dado início a uma rotina exaustiva. 

Nesta quarta-feira o FX anunciou o cancelamento de Bastard Executioner após apenas uma temporada. Já prevendo que esse seria o destino da série, Sutter comprou espaços em vários veículos ligados a Hollywood, assim tendo a chance dele mesmo por um fim na série, que nas palavras de Sutter, foi recebida com um ”meh” pela audiência. 

Eu gostaria de reconhecer a família The Bastard image2 (1).JPGExecutioner por uma experiência criativa e pessoal única. Eu tenho sido impressionado pelo talento e comprometimento da equipe e elenco de TBX.  

Eu agradeço meus parceiros pela sua confiança, suporte e incansável esforço enquanto eu talhei meu caminho por 50 anos de angústia católica. FX Networks, Fox21, París Barclay, Brian Grazer, Francíe Calfo, Dana Walden, Gary Newman, Bert Salke, Michael Gendler, WME e o cara, que por doze anos, me inspira, guia, briga e por alguma razão, não me demite, John Landgraf.  

A audiência falou e infelizmente a palavra é, ”meh”. Então com respeito, nós trazemos nossa mitologia para um feroz e épico final.

Uno tempore. Unus Amor (algo como Uma vez, um amor em latim).

KS.

Como alguém que devorou seis temporadas de Sons of Anarchy durante um semestre tedioso na faculdade e madrugadas privadas de qualquer sono, e no final teve uma das melhores experiências televisivas da minha vida com a sétima e última temporada, BTX foi uma surpresa infeliz. A série não era ruim, mas desdo piloto parecia que havia algo faltando, mesmo com quase três horas de duração o primeiro episódio encerrou tudo que parecia interessante e deu início para uma trama quase que vazia. Algo que pode ter mudado ao rumo do resto da temporada, mas hoje em dia nós acompanhamos várias séries ao mesmo tempo e se algo não tem aquela apelo especial, você não volta, tanto que a série foi de 4 milhões de telespectadores para 1.9 milhões do piloto até o sexto episódio. 

Kurt_Sutter_by_Gage_Skidmore_3Durante a entrevista Sutter diz que talvez a mitologia fosse densa demais, e desde o começo muitas pessoas se diziam negativamente surpreendidas pela violência na série, pessoas que nunca reclamaram da violência em SoA, que não era pouca. E também quem aponte a abordagem da intolerância e crueldade em nome da religião em tempos medievais como um dos motivos do fracasso, apesar de relevante o tema não bateu bem com muitos, especialmente pela violência extremamente gráfica, que não é algo ruim, mas pode atrapalhar dependendo da história.

O fato é que boas séries são canceladas, e talvez BTX tivesse um futuro incrível pela frente, mas algumas vezes é melhor colocar um fim no que não está dando certo, especialmente em uma série extremamente cara e filmada em outro continente. Mas Sutter já tem outros projetos em vista, o spinoff de SoA focado nos Mayans deve acontecer logo, porém Sutter pretende somente produzir e encontrar outra pessoa para escrever a série. Além disso o roteirista está negociando a produção de Delivering Gen, um filme sobre a história de amor entre uma viciada e um assassino profissional.